CASCADE – Mudanças catastróficas nas terras secas: como podemos prevenir a degradação dos ecossistemas

Coordenador

Coen Ritsema (ALTERRA)

Investigador Responsável CESAM

Celeste Coelho/Jan Jacob Keizer

Programa

EU FP7 Environment (ENV.2011.2.1.4-2)

Datas

01/01/2012 - 30/06/2017

Financiamento para o CESAM

499680 €

Financiamento Total

7715999 €

Instituição Proponente

ALTERRA (The Netherlands)

Instituições Participantes

  • ALTERRA Netherlands
  • TECHNICAL UNIVERSITY OF CRETE TUC Greece
  • UNIVERSITA DEGLI STUDI DELLA BASILICATA Unibas Italy
  • CENTRE NATIONAL DE LA RECHERCHE SCIENTIFIQUE CNRS France
  • UNIVERSIDAD DE ALICANTE UA Spain
  • FONDAZIONE PER LO SVILUPPO SOSTENIBILE DEL MEDITERRANEO MEDES Italy
  • UNIVERSITY OF LEEDS UNIVLEEDS United Kingom
  • UNIVERSITAET BERN UNIBE Switzerland
  • UNIVERSITEIT UTRECHT UU Netherlands
  • JRC -JOINT RESEARCH CENTRE- EUROPEAN COMMISSION JRC Belgium
  • CYPRUS UNIVERSITY OF TECHNOLOGY CUT Cyprus
  • WAGENINGEN UNIVERSITEIT WU Netherlands
  • FUNDACION CENTRO DE ESTUDIOS AMBIENTALES DEL MEDITERRANEO
  • -----------------------------------------------------------------------------------

URL / WWW

www.cascade-project.eu/

CASCADE O objetivo do projeto é conhecer melhor as mudanças súbitas nos ecossistemas que podem levar a maiores perdas de biodiversidade e dos serviços dos ecossistemas, e definir medidas que possam ser implementadas para prevenir essas mudanças. O foco do CASCADE são as zonas secas, como um dos ecossistemas mais frágeis e ameaçados na Europa.

O CASCADE pretende investigar a evolução dos ecossistemas em seis áreas de estudo do Mediterrâneo, e melhorar a compreensão dos mecanismos biogeoquímicos relacionados com as mudanças súbitas e catastróficas, através da combinação entre experiências e modelação. As experiências em laboratório e no campo serão utilizadas na avaliação dos processos biogeoquímicos, que poderão estar subjacentes aos regimes de mudança nas zonas secas, no estudo da relação entre competição e facilitação, e na avaliação dos efeitos dos processos bióticos e abióticos na estrutura e na composição da vegetação. O trabalho de campo contribuirá para identificar mudanças na estrutura e funções dos ecossistemas que indiquem a aproximação ou ultrapassagem dos pontos de viragem, relacionar esses resultados com os resultados experimentais, e avaliar o potencial de recuperação. Serão desenvolvidos modelos para descrever os regimes de mudança nas zonas secas estudadas, em termos das mudanças na composição, abundância e padrões de distribuição da vegetação. Baseado na experimentação e na modelação, o CASCADE irá desenvolver modelos de gestão para o uso e conservação sustentável dos serviços dos ecossistemas. A combinação da modelação física com a modelação socioeconómica permitirá a definição de medidas adequadas, quer na perspetiva ecológica, quer na perspetiva socioeconómica.

Os resultados do CASCADE serão disponibilizados aos gestores de recursos naturais e da biodiversidade, aos decisores políticos, e a outros públicos, usando diversos métodos de disseminação, tais como relatórios, brochuras, folhetos de divulgação, reuniões, vídeos, e nos meios de comunicação social. Todos os resultados e recomendações do projeto serão armazenados e disponibilizadas ao público através do desenvolvimento de um sistema de informação harmonizado do CASCADE, disponível na internet (CASCADIS).

membros do CESAM no projeto

Mário M. A. Cerqueira

Professor Auxiliar

Isabel Maria Alves Natividade Campos

Investigadora Doutorada (Nível 2)

Peter Cornelis Roebeling

Investigador Auxiliar

Valdemar Esteves

Professor Auxiliar Aposentado

Frank G.A. Verheijen

Investigador Auxiliar